quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Mês Internacional das Bibliotecas Escolares

(Cartaz da autoria da Professora de Artes, Maria João Sá)

Outubro é o mês Internacional das Bibliotecas Escolares.
Por aqui, temos andado em festa...! 
Visita-nos e participa nas atividades que preparamos para ti.

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

A Palavra da Semana #3


Imaginação

Eu simplesmente sinto 
com a imaginação.
Não uso o coração.

Fernando Pessoa, "Isto" (excerto)

i·ma·gi·na·ção 
substantivo feminino
1. Faculdade com que o espírito cria imagensrepresentaçõesfantasias.
2. Falsa ideia proveniente de um juízo erróneo ou de uma apreciação irrefletida.
3. Suposiçãocisma.

"imaginação",in 
 Dicionário Priberam da Língua Portuguesa 

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

PRÉMIO NOBEL DA LITERATURA 2017


Kazuo Ishiguro foi o nome escolhido para prémio Nobel da Literatura 2017. 
O escritor inglês nascido no Japão é autor de títulos como Nunca me Deixes (adaptado ao cinema) e Os Despojos do Dia
A justificar esta escolha, a academia sueca referiu "os romances de grande força emocional" e "a capacidade de revelar os abismos por trás da ilusória sensação de conexão com o mundo", num "universo estético" muito particular. Definido pela academia como "um escritor de grande integridade", "um romancista absolutamente brilhante", nele podem encontrar-se influências de Franz Kafka, Jane Austen e Marcel Proust.

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

O Livro do Mês #2


Entramos em outubro com a escrita magistral de João de Melo. Os Navios da Noite são uma coletânea de dezoito contos surpreendentes que se debruçam sobre o mais caro dos temas para o autor: a condição humana. Dedicados aos vencidos da vida, estes contos levam o leitor a enfrentar fantasmas que, inevitavelmente, este acabará por reclamar como seus.
Um livro fascinante e perturbador, para entrar por outubro adentro.


sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Bem-vindo, Outono


No entardecer da terra,
O sopro do longo outono
Amareleceu o chão.
Um vago vento erra,
Como um sonho mau num sono,
Na lívida solidão.

Soergue as folhas, e pousa
As folhas volve e revolve
Esvai-se ainda outra vez.
Mas a folha não repousa
E o vento lívido volve
E expira na lividez.

Eu já não sou quem era;
O que eu sonhei, morri-o;
E mesmo o que hoje sou
Amanhã direi: quem dera
Volver a sê-lo! mais frio.
O vento vago voltou.


Fernando Pessoa 
Poema de 1910 publicado em 1922, no Semanário "Ilustração Portuguesa", nº 833

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Livros imperdíveis #2



– Que quer dizer "cativar"? – perguntou o Principezinho.

– É algo quase sempre esquecido pelos homens – disse a raposa. - Significa "criar laços"...
– Criar laços?
– Exatamente - disse a raposa. Tu não és ainda para mim senão um menino inteiramente igual a cem mil outros meninos. Eu não tenho necessidade de ti. E tu não tens necessidade de mim. Não passo a teus olhos de uma raposa igual a cem mil outras raposas. Mas, se tu me cativas, nós teremos necessidade um do outro. Serás para mim o único no mundo. E eu serei para ti a única no mundo...
Se tu me cativares, a minha vida será como que cheia de sol. Conhecerei um barulho de passos que será diferente dos outros, que me chamará para fora da toca, como música.
E depois, olha! Vês, lá longe, o campo de trigo? Os campos de trigo não me lembram coisa alguma. Mas será maravilhoso quando me tiveres cativado. O trigo, que é dourado, fará com que me lembre de ti e dos teus cabelos de ouro. E eu amarei o barulho do vento no trigo...


Antoine de Saint-Exupéry, in O Principezinho (Texto com supressões)

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

A Palavra da Semana #2



RECOMEÇAR

Recomeça…
Se puderes,
Sem angústia e sem pressa.
E os passos que deres,
Nesse caminho duro
Do futuro,
Dá-os em liberdade.
Enquanto não alcances
Não descanses.
De nenhum fruto queiras só metade.

Miguel Torga, "Sísifo" (texto com supressões) in Diário XIII



re·co·me·çar  - verbo transitivo e intransitivo
Tornar a começar. = REINICIAR

"recomeçar"in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa 


sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Livros imperdíveis #1


Para ser professor, também é preciso ter as mãos purificadas. A toda a hora temos de tocar em flores. A toda a hora a Poesia nos visita.

Sebastião da Gama, in Diário - Pequena história da minha vida de professor

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

A Palavra da Semana #1

Metafísica

Há metafísica bastante em não pensar em nada (...) 
Alberto Caeiro, in O Guardador de Rebanhos - Poema V

metafísica | s. f.
fem. sing. de metafísico

me·ta·fí·si·ca 
(latim medieval metaphysica)


substantivo feminino

1. Doutrina da essência das coisas.


2. Conhecimento das causas primárias.


3. Teoria das ideias.


4. Conhecimento geral e abstrato.


5. Abstracção.


6. Caráter do que é abstracto.


7. [Figurado]  Subtileza ou transcendência no discorrer.

"metafísica", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa 

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

O Livro do Mês #1

Este mês andamos a ler As Luzes de Setembro, do escritor espanhol Carlos Ruiz Zafón. 
SINOPSE: Um misterioso fabricante de brinquedos que vive em reclusão numa gigantesca mansão povoada de seres mecânicos e sombras do passado... Um enigma em torno de estranhas luzes que brilham entre a neblina que rodeia a ilhota do farol. Um ser de pesadelo que se oculta nas profundezas do bosque... 
Um livro fascinante de intriga, fantasia, mistério e amor com uma tensão e um suspense que aumenta à medida que avançamos na história, sempre envoltos numa atmosfera ameaçadora.

CRÍTICAS DE IMPRENSA
«Excitante… cheio de trinados e arrepios.» Publishers Weekly
«Zafón criou uma história original que irá manter os leitores presos às suas páginas. Um genuíno mistério com pinceladas de terror.» Kirkus Reviews
«Um thriller agradavelmente antiquado... Um mistério cheio de autómatos assustadores e segredos mortais.» Financial Times

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Olá, Setembro!


Setembro é o mês dos regressos.
A Biblioteca Dr. Luís Amaro de Oliveira deseja um ano letivo cheio de sucesso a todos os alunos, professores e funcionários!

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Poesia com Jornal



Quando te sentas para escrever um poema/texto tens uma folha em branco para preencher com palavras. Nesta oficina, os alunos do 7ºA e 7ºB, com a Profª Ana Passos, foram convidados a subtraí-las...





quarta-feira, 14 de junho de 2017



ANIVERSÁRIO
No tempo em que festejavam o dia dos meus anos,
Eu era feliz e ninguém estava morto.
Na casa antiga, até eu fazer anos era uma tradição de há séculos,
E a alegria de todos, e a minha, estava certa com uma religião qualquer.
No tempo em que festejavam o dia dos meus anos,
Eu tinha a grande saúde de não perceber coisa nenhuma,
De ser inteligente para entre a família,
E de não ter as esperanças que os outros tinham por mim.
Quando vim a ter esperanças, já não sabia ter esperanças.
Quando vim a olhar para a vida, perdera o sentido da vida.
Sim, o que fui de suposto a mim mesmo,
O que fui de coração e parentesco,
O que fui de serões de meia-província,
O que fui de amarem-me e eu ser menino.
O que fui — ai, meu Deus!, o que só hoje sei que fui...
A que distância!...
(Nem o acho...)
O tempo em que festejavam o dia dos meus anos!
O que eu sou hoje é como a humidade no corredor do fim da casa,
Pondo grelado nas paredes...
O que eu sou hoje (e a casa dos que me amaram treme através das minhas lágrimas),
O que eu sou hoje é terem vendido a casa.
É terem morrido todos,
É estar eu sobrevivente a mim-mesmo como um fósforo frio...
No tempo em que festejavam o dia dos meus anos...
Que meu amor, como uma pessoa, esse tempo!
Desejo físico da alma de se encontrar ali outra vez,
Por uma viagem metafísica e carnal,
Com uma dualidade de eu para mim...
Comer o passado como pão de fome, sem tempo de manteiga nos dentes!
Vejo tudo outra vez com uma nitidez que me cega para o que há aqui...
A mesa posta com mais lugares, com melhores desenhos na loiça, com mais copos,
O aparador com muitas coisas — doces, frutas, o resto na sombra debaixo do alçado —,
As tias velhas, os primos diferentes, e tudo era por minha causa,
No tempo em que festejavam o dia dos meus anos...
Pára, meu coração!
Não penses! Deixa o pensar na cabeça!
Ó meu Deus, meu Deus, meu Deus!
Hoje já não faço anos.
Duro.
Somam-se-me dias.
Serei velho quando o for.
Mais nada.
Raiva de não ter trazido o passado roubado na algibeira!...
O tempo em que festejavam o dia dos meus anos!...
15-10-1929
Poesias de Álvaro de Campos. Fernando Pessoa. Lisboa: Ática, 1944 (imp. 1993).
  - 284.

terça-feira, 13 de junho de 2017

12 de junho de 1929 - Aniversário de Anne Frank



No dia do seu 13º Aniversário Anne Frank recebe de presente um Diário que terminaria de escrever a 1 de agosto de 1944 e que mais tarde se converteria, num dos mais lidos livros do Mundo.Saiba aqui mais.

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Vem dizer Poesia! com os amigos e Carlos Pinhão "O Deserto"

video

Assim como a areia do Saara, no Norte de África, viaja pelo Oceano Atlântico até fertilizar a Floresta amazónica também as palavras viajaram à procura/produção de sentidos vários, numa abordagem inter e transdisciplinar. Uma forma partilhada de abordar a informação. Um agradecimento muito especial à Profª Mª José Frutuoso (Biologia), Augusta Ferreira( Ed. Física), José Milheiro (Matemática), Célia Almeida( Multimédia), António Gonçalves(Geografia), Mónica Rosa (Biologia),Manuel Rato (Físico-Química) e Natália Pereira (Português).

Prémio Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil do Brasil/2017




Livros de Afonso Cruz e José Saramago vencedores do Prémio FNLIJ 2017

Projeto GEN10S

Lançado pela Google.org, SIC Esperança e Ayuda en Acción, o projeto GEN10S vai envolver 5.000 crianças e 500 professores de 40 escolas portuguesas do 2º ciclo.


Saiba mais aqui



sexta-feira, 2 de junho de 2017

Livro e leitura numa perspectiva acessível e inclusiva



O Projeto Acessibilidade em Bibliotecas Públicas disponibilizou online dez livros em versão audiovisual acessível. Saiba mais sobre este projeto aqui. 
"A execução está sob a responsabilidade da Mais Diferenças, organização da sociedade civil de interesse público (OSCIP) que atua há quase uma década com educação e cultura inclusivas." O projeto foi desenvolvido em parceria com o Plano Nacional do Livro e Leitura (PNLL).

terça-feira, 30 de maio de 2017

Tzvetan Todorov: adeus ao Apóstolo do Humanismo


O filósofo francês de origem búlgara Tzvetan Todorov, um dos mais influentes intelectuais europeus contemporâneos, morreu em Paris na madrugada desta terça-feira, aos 77 anos.
Saiba mais aqui 

Na TUA biblioteca!

Manguel: Premio Formentor de las Letras 2017


O escritor, tradutor, crítico literário, professor e editor Alberto Manguel foi agraciado com o Premio Formentor de las Letras 2017, pela sua minuciosa recriação da Arte de Ler , ao qual reagiu afirmando " este é um dos lindos absurdos da vida". 
O prémio foi atribuído pela primeira vez em 1961 a Jorge Luís Borges e a Samuel Beckett e no ano passado, a Roberto Calasso. Saiba mais aqui

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Arquivo Português de Lendas

Arquivo Português de Lendas (APL) é uma base de dados relativa a um projecto liderado pelo CEAO da Universidade do Algarve, em desenvolvimento desde 2006. Esta é uma ferramenta de importância vital para o estudo na nossa História, Cultura e Identidade. Saiba aqui mais.



segunda-feira, 22 de maio de 2017

Dia do Autor Português - 22 de maio 2017



Para comemorar o Dia do Autor Português, os alunos do 7ºA assistirão na Biblioteca Municipal Rocha Peixoto, pelas 17h, a um recital de música e piano com Ivo Flores. 



Também com o objetivo de assinalar este dia, a Sociedade Portuguesa de Autores - que completa neste mesmo dia o 92º ano da sua fundação - premeia o Maestro António Victorino D’Almeida pelas "seis décadas de carreira como compositor, escritor, realizador de cinema e grande comunicador televisivo, com amplo e merecido reconhecimento do público e da crítica". Saiba mais aqui




quinta-feira, 11 de maio de 2017

Concurso Nacional de Leitura 11ª Edição

Mais uma vez estivemos presentes na final regional do Concurso Nacional de Leitura, na Biblioteca Municipal Almeida Garrett, onde os nossos "brilhantes" representantes puderam participar na grande Festa Literária que reúne todos os anos uma vastíssima comunidade de leitores. Nesta 11ª edição do Concurso, prestaram provas escritas 339 alunos do 3º Ciclo do Ensino Básico e 119 do Ensino Secundário.

A Bruna Areias, o Luís de Sousa Figueiredo e o Pedro Fernandes
representaram a ESEQ (3º ciclo do Ensino Básico) no Concurso Nacional de Leitura

A Liliana Wang, a Diana Campos e o Edgar Cabreira
 representaram a ESEQ (E.Secundário) no CNL
                                           



segunda-feira, 8 de maio de 2017

Passatempo do Dia Mundial da Poesia

Vencedores do Passatempo, Cinco dias, Cinco Poesias:

1º Liliana Wang 10ºG nº 16

                                            2º Ana clara Moita  12ºG nº26


segunda-feira, 24 de abril de 2017

Semana da Leitura

                 A Biblioteca Municipal Rocha Peixoto e a Rede Concelhia de Bibliotecas Escolares da Póvoa de Varzim assinalaram a 11.ª edição da Semana da Leitura promovendo atividades de 27 a 31 de março, em torno da promoção da leitura e da difusão de boas práticas concretizadas no âmbito do Plano Nacional de Leitura. Com o mote “O prazer de ler”, várias iniciativas foram levadas a cabo durante estes dias, com especial destaque para a apresentação do livro “A várias mãos”, publicado pela Câmara Municipal de Varzim, resultante do projeto concelhio de escrita colaborativa implementado no ano transato e para a divulgação dos resultados do inquérito “os nossos livros favoritos”.  Veja aqui mais





video
             Divulgação dos resultados do inquérito “os nossos livros favoritos” 


domingo, 23 de abril de 2017

Dia Mundial do livro e dos direitos de Autor

Para comemorar este dia, não podíamos deixar de divulgar as novas linhas do Plano Nacional de Leitura. Teresa Calçada, Comissária  do Plano Nacional de Leitura (PNL) 2027 defendeu hoje que " a leitura deve ser vista e protegida como um bem a que todos têm direito e a que todos devem ter acesso" . 
Ainda de acordo com Teresa Calçada o PNL 2027 tem como uma das suas linhas de força "colocar a leitura e a escrita no centro da escola, de modo a desenvolver as competências leitoras, aprender a ler, interpretar, compreender, ler de forma orientada em sala de aula, ler a par, em voz alta, silenciosamente, ler mais, em grupos, em clubes, ler sempre e em todo o lado". Saiba mais aqui



                                  " A Leitura dá-nos Mundo"  Leia o artigo aqui



quarta-feira, 19 de abril de 2017

Passatempo: Dia do Pi

O Dia do Pi foi celebrado pelo Grupo de Matemática e a Biblioteca associou-se a esta iniciativa promovendo dois passatempos. Parabéns às vencedoras!


Vencedores do Passatempo do Dia do Pi

Vencedores:

Ana Pereira 10ºC

Diana Fonseca 8ºB

Vem dizer um poema e diverte-te!

Rodapé: " damos a imagem, crias a mensagem"


  video

Sessão dinamizada na ESEQ, no dia 21 de março, pelo Dr. Hélder Jesus da BMRP, aos alunos do 7ºA, em colaboração com a Profª Mª José Trovão e a Biblioteca Dr. Luís Amaro de Oliveira.
No decurso desta, foram abordados os seguintes items:

- evolução da informação
damos a imagem, crias a mensagem
- valor da informação vs valor da imagem
- uso da informação/imagem


sexta-feira, 7 de abril de 2017

Vem Ler um Livro de Imagens e Diverte-te!


video

Em plena Civilização da Imagem é indispensável desenvolver no aluno competências para, analisar/desconstruir/ reflectir sobre esta, de forma crítica e consciente. Assim, aproveitamos a Semana da Leitura para, indo de encontro a conteúdos curriculares de diferentes áreas do conhecimento, explorar um livro de imagens e descobrir esta ponte entre a palavra e a imagem.




À Conversa com... João Fego (Semana da Leitura 2016/17)



Um Nome, sinónimo de um percurso tripartido
 (multipartido?) no Mundo da Arte
                                     Arquiteto, Artista Plástico e Escritor...
  um percurso com afinidades e divergências, de um"antigo" aluno da ESEQ.
Entrevista realizada pela Rádio da ESEQ

Exposição de João Fego na ESEQ (veja mais aqui)

video

Neste encontro estiveram presentes os alunos do 8ºB, 10ºI e 12ºH e respetivos professores.









Semana da Leitura 2016/17

Feito com Padlet

Comemoração da Semana da Leitura 2016/17



Feito com Padlet

quinta-feira, 23 de março de 2017

Dia Mundial da Poesia: Passatempo e atividade


Tempo de Poesia

Todo o tempo é de poesia

Desde a névoa da manhã
à névoa do outo dia.

Desde a quentura do ventre
à frigidez da agonia

Todo o tempo é de poesia

Entre bombas que deflagram.
Corolas que se desdobram.
Corpos que em sangue soçobram.
Vidas qua amar se consagram.

Sob a cúpula sombria
das mãos que pedem vingança.
Sob o arco da aliança
da celeste alegoria.

Todo o tempo é de poesia.

Desde a arrumação ao caos
à confusão da harmonia.


António Gedeão In: fala do homem nascido

                              Poema de Antº Gedeão distribuído pelas alunas na ESEQ


 Poesia de Vinicius de Moraes declamada pelas alunas 
(Dores, Mariana, Márcia e Catarina) da Profª Mª João Niz



AS BORBOLETAS

Rio de Janeiro , 1970

Brancas
Azuis
Amarelas
E pretas
Brincam
Na luz
As belas
Borboletas.


Borboletas brancas
São alegres e francas.



Borboletas azuis
Gostam muito de luz.



As amarelinhas
São tão bonitinhas!



E as pretas, então...
Oh, que escuridão!

Vinicius de Moraes